Indústrias de MT e PR foram as mais afetadas pela paralisação dos caminhoneiros no final de Maio

Notícias

Indústrias de MT e PR foram as mais afetadas pela paralisação dos caminhoneiros no final de Maio

"A paralisação dos caminhoneiros ocorrida entre 21 de maio e 2 de junho afetou a produção industrial de 14 dos 15 estados. "


Variedades


   Segundo o instituto os estados cuja produção sofreu em maio o maior impacto foram Mato Grosso, com menos 24,2%, Paraná com queda de 18,4%, Bahia e Santa Catarina ambos com menos 15%. São Paulo com queda de 11,4% e Rio Grande do Sul com menos 11% completam a lista dos estados cujas perdas em maio superam a média nacional.

   Bloqueios de estradas e o consequente desabastecimento de alimentos e combustíveis levaram à produção industrial brasileira em maio a uma perda de 10,9% em relação a abril.

   Quase todos os estados pesquisados tiveram em maio perdas que superaram ganhos nos meses anteriores.A exceção foi o estado do Pará, o único da lista de 15 estados investigados pelo IBGE que teve alta na produção de maio, com 9,2% de aumento.

   De acordo com o IBGE, a paralisação que durou 11 dias desarticulou a produção nacional. Diversas indústrias sofreram o impacto da mobilização, seja porque ficaram sem insumos para a produção, seja porque seus funcionários não conseguiram chegar às linhas de produção.

   Ao término da mobilização, houve uma corrida de consumidores a postos de combustíveis e supermercados atrás dos produtos que faltaram no período, o que estendeu ainda mais o período de desabastecimento.

 

Fonte: Folha Press/Bem Paraná


12/07/2018
08:45